Voce está em: Seminário de Escatologia - Análise do livro do Apocalipse

Seminário de escatologia - Parte IV
Análise do Apocalipse
Aula nº 12
Assunto:
Análise do capítulo 13
As duas bestas

I- Introdução
Ainda dentro do parêntese que se iniciou no capítulo 12 do livro, este capítulo nos fornecerá detalhes sobre a besta; aprenderemos também que surgirá uma segunda besta que auxiliará a primeira, levando os homens a adorá-la.

II-A primeira besta (Ap 13.1-10)
v.1 – A primeira besta surge do mar, ou seja, dentre as nações.
Sobre os chifres e as cabeças, a interpretação está no próprio livro.
As sete cabeças- Ap 17.9,10: “Aqui está o sentido, que tem sabedoria: as sete cabeças são sete montes, nos quais a mulher está sentada. São também sete reis, dos quais caíram cinco, um existe, e o outro ainda não chegou; e, quando chegar, tem de durar pouco.”
Amados, sete impérios dominarão a nação de Israel na história. Antes do império da Besta, houve cinco impérios mundiais que exerceram domínio sobre Israel, a saber, em ordem: Egito, Assíria, Babilônia, Pérsia e Grécia. Estes cinco, já caíram. Quanto ao que existe, João está referindo-se ao império romano, que é o império que dominava a nação em sua época. O que não chegou é o império da besta, este durará pouco, ou seja, sete anos, dos quais na segunda metade mostrará o seu caráter e ódio contra os judeus.
Os dez chifres- Ap 17.12,13: “Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora. Têm estes um só pensamento e oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.” .
Os dez chifres são dez reis (governos; chefes de Estado) que controlam um único reino (império). O império da besta será controlado pela aliança de dez países.
Este império mundial é o mesmo visto por Daniel em: Dn 2.33,41-44; 7.7,8,19-25.

v.2 – Repare que a besta (este império) terá um pouco da característica de todos os outros.
O dragão é o Diabo, como vimos no capítulo 12. Satanás investirá toda sua astúcia e poder neste império e no Anticristo.

v.3 – A cabeça golpeada é o império romano, mas este ressurgirá no final dos tempos em uma forma diferente. A sede do governo mundial será Roma!
Lembre-se que os pés da estátua em Dn 2, tinham ferro (Roma) misturado com o barro. Recordemos também que na visão dos animais em Dn 7, o quarto animal é o mesmo império que sucede ao grego, portanto o império romano aparecerá novamente na tribulação, é como se ele não tivesse sido destruído totalmente e ainda existisse como um “vírus em estado latente”.
Todos ficarão espantados com o surgimento desta superpotência mundial.
O Anticristo será o governador único desta superpotência, ele assumira o controle derrubando os três governantes mais fortes. Ele (Anticristo) também é chamado de besta, ou seja, o império e o próprio Anticristo são a besta!
Ver Ap 17.8 onde a Besta é o império: “ a besta que viste, era e não é, está para emergir do abismo e caminha para a destruição. E aqueles que habitam sobre a terra, cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida desde a fundação do mundo, se admirarão, vendo a besta que era e não é, mas aparecerá.”.
Ver também Ap 17.11 onde a Besta é o Anticristo: “ E a besta, que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição.” .

v.4-8 – O Dragão será exaltado quando a besta for exaltada; ele é o imitador de Deus! Do mesmo modo que ao adorarmos a Cristo, glorificamos o Pai; ao adorarem a besta, os homens glorificarão ao Dragão!
O Anticristo blasfemará contra Deus, vencerá os santos durante a grande tribulação e dominará o mundo.

v.9 – “Se alguém tem ouvidos, ouça.”- Esta expressão enfatiza a importância de se prestar atenção e guardar as palavras que estão sendo ditas.
A exortação que se segue é para os que ficaram na tribulação.

v,10- O que tiver que acontecer certamente virá!
Leia Jeremias 15. 1-4
Muitos serão levados presos, torturados e martirizados; Deus purificará Israel e todas estas coisas certamente acontecerão. Sabendo disto, aqueles que se entregarem ao Senhor deverão perseverar em meio a tão Grande Tribulação!

II-A primeira besta (Ap 13.11-18)
A segunda Besta se levantará depois da primeira, entretanto, atuarão ao mesmo tempo.
v.11- Esta Besta emerge da terra, ou seja, de Israel. Esta Besta deverá ser um judeu.
Obs.: A primeira Besta provavelmente também seja um judeu; talvez nascido em outro país. O fato de ser aceito como Messias reforça a idéia de ser um judeu.
Neste versículo, os chifres servem apenas para mostrar o caráter da besta: Por fora parecia bom, mas as suas palavras eram malignas; falava como Dragão (seu discurso era movido pelo Diabo). Devemos lembrar que a boca fala do que está cheio o coração.
Este homem está cheio de engano!

v.12- Caminha junto com a primeira Besta e tem como principal função levar a nação a adorar a primeira Besta (o Anticristo).
Por suas palavras enganarem os homens, ele é chamado de FALSO PROFETA!

v.13- Tem poder para operar grandes sinais. Obviamente que são sinais feitos por Satanás.
Será uma grande armadilha para quem gosta tanto de sinais.

v.14- Convence os homens que façam uma imagem da Besta e a adorem.

v.15- Irmãos, antes de comentar este versículo, é necessário observar:
Satanás estará operando na Grande Tribulação tal como nunca havia se manifestado anteriormente. O Anticristo virá com todo poder e eficácia de Satanás, do mesmo modo a segunda Besta (Ap 13.12,13).
Existem coisas que ao Diabo não é permitido fazer; porém, durante a Grande Tribulação, Satanás poderá ampliar mais o seu poder de ação, visto que o Espírito Santo se retirará com a Igreja II Ts 2.7-12(*Isto não significa que o Espírito de Deus não agirá; apenas a sua manifestação será como nos dias do Antigo Testamento, ou seja, por medida).
O Diabo é o enganador; o pai da mentira (Jo 8.44), logo, os seus sinais são sinais da mentira!
Exemplos: Em sessões espíritas os demônios fingem adivinhar o que as pessoas fizeram, mas na verdade eles estão falando do que viram. Os demônios fingem prever o futuro, mas apenas estão falando antecipadamente o que pretendem fazer. As pessoas passam a falar com a voz de um parente que havia falecido, mas na verdade é um demônio que está possuindo a pessoa e imitando a voz do morto. Objetos parecem voar, mas na verdade o demônio esta deslocando o objeto. Pessoas são “curadas” em terreiros e reuniões idólatras, mas, na verdade, eles apenas estão tirando o que colocaram com o objetivo de prender a pessoas no terreiro ou na mariolatria.
Somente Deus pode saber o futuro de antemão, mas os demônios fingem saber; somente Deus pode curar de verdade; etc.
Amados, se hoje o inimigo faz as coisas que citamos acima e engana a muitos, quanto mais na Grande Tribulação!
Voltemos ao texto:

“lhe foi dado”- Por ser um homem (possuído), o poder da segunda Besta tem uma fonte: O próprio Satanás! Logicamente a segunda Besta terá poderes que executarão sinais os quais deixarão os homens atônitos. Estes sinais realizados convencerão os homens; fortalecerão os seguidores da Besta e atrapalharão os verdadeiros judeus.
“comunicar fôlego a imagem da Besta” - Visto que o seu poder é sobrenatural, não é de se estranhar que a imagem da Besta possa até falar ou mover-se, mas tudo isso não passa de mais um engano de Satanás que encontrará no coração dos homens maus, rebeldes e curiosos, um terreno fértil para a sua mentira.
O Diabo não tem poder para criar ou dar vida, mas poderá entrar em um objeto sem vida, fingindo que lhe conferiu vida própria!
Devemos lembrar que o poder de ação do Diabo aumentará e ele investirá pesadamente para levar a humanidade à ruína e destruir em especial a nação de Israel.
O inimigo também opera sinais hoje; quanto mais na Tribulação!
A interpretação literal do texto é a melhor.
Muitas coisas o Diabo não pode fazer por causa da Igreja, mas quando ela tiver sido arrebatada...

v.16,17- Somente poderão comprar ou vender aqueles que forem marcados pela Besta.
As pessoas aceitarão a marca da Besta por causa de suas próprias maldades; exceto aqueles que se entregarão ao Senhor. O sofrimento será grande para os servos do Senhor! Quem não possuir a marca da Besta será perseguido ferozmente até a morte!
Há alguns anos atrás, era difícil imaginar que marca seria esta, entretanto, em nossos dias, com a evolução da tecnologia, vemos a implantação dos cartões magnéticos, e, mais recentemente, o uso do micro chip.
Meus irmãos, quando vocês vão a um mercado, se não possuírem um cadastro não poderão comprar através de cheque. O cartão de crédito é aceito devido à facilidade que oferece; facilidades maiores ainda oferecem os implantes de biochip. Na Europa já estão sendo implantados em seres humanos, estes pedem a sua implantação devido às vantagens que o chip oferece, tais como a localização da pessoa em caso de seqüestro e a eliminação de um montão de documentos em forma de papéis, dentre inúmeras outras.
Pode ser que outra tecnologia ainda surja, mas as que vemos hoje em nossos dias, nos mostram que não está muito longe de um controle total.
Em nome da segurança, os homens estão aceitando uma vigilância constante sobre as suas vidas; trocam a privacidade e a liberdade pela proteção e por causa da violência, a população das cidades vive sob constante controle, aos olhos das câmeras e satélites. Um dia isto pode ser uma arma fatal nas mãos do Anticristo.
Veja as imagens abaixo:

v.18- Assim como o nosso Deus é um Deus trino, o Diabo também tem a sua trindade; ele é o imitador!
O famoso 666 representa a trindade satânica: O Anti-pai (o Dragão;o Diabo, Satanás); o Anti-filho (Anticristo) e o Anti-espírito (o falso profeta).
O número seis na Bíblia representa o número do homem, também é o número da imperfeição. O homem foi criado no sexto dia.
O número sete represente o número de Deus, também é o número da perfeição.
As funções das pessoas da trindade satânica procuram imitar as pessoas divinas.

Veja:

O Espírito nos leva à Cristo           O falso profeta leva os homens ao Anticristo

Adorar a Cristo glorifica o Pai        Adorar o Anticristo agrada o Diabo

Haja vista a marca da Besta ser uma aceitação do culto a mesma, toda a trindade satânica é adorada simultaneamente!
Aceitar a marca da Besta é como entregar-se ao próprio Diabo!

Prosseguiremos com a análise do parêntese e o estudo das taças na próxima aula.